Quem não paga pensão perde o direito de ver o filho?

A participação ativa dos genitores é essencial para o crescimento saudável da criança ou adolescente e são figuras essenciais ao seu desenvolvimento.

Caso o pai não esteja em dia com o pagamento da pensão, a lei não impede a convivência ou contato desse Genitor, em atraso, com seus filhos. Contudo se o pai, nesse caso, não cumprir com a sua obrigação de pagar a pensão alimentícia no dia acordado, poderá ser preso, logo estará obrigatoriamente afastado.

Os filhos são sempre vítimas da separação de um casal, mas isso não quer dizer que não há formas de amenizar a situação e, por isso, os pais devem estar conscientes e evitarem atrito, conversarem e estabelecer uma rotina benéfica que permita aos genitores acompanharem ativamente o crescimento da criança ou adolescente.

Nesses casos, indico, desde logo, que os pais descrevam no acordo ou sentença judicial o tipo de guarda e inclua, especificadamente, a os dias e horários de convívio da criança com cada genitor, incluindo feriados, datas comemorativas e férias escolares.

 

Luiza Natividade Cohen

Especialista em Divórcio, Ação de Investigação de Paternidade, Curatela, Inventário, Mediação de conflitos, Regulamentação de Visitas e Pensão Alimentícia, Pacto Antenupcial.